Clima

SEMA instala equipamento para monitorar o Rio

Estação faz medição do nível e volume de água

Por Rodrigo Netto
15/03/2019 15:32
Licença:
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional
A SEMA - Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura, instalou na ponte que separa Pedro Osório e Cerrito, exatamente sobre o Rio Piratini, uma Estação para monitoramento do rio e que funciona como um centro de prevenção, monitoramento e mapeamento de eventos hidrológicos, integrado à Agência Nacional de Águas. Sua missão é contribuir para a gestão integrada de bacias hidrográficas e identificação de ocorrência de eventos extremos, mediante acompanhamento e previsão das condições hidrometeorológicas, com o fim de minimizar os efeitos adversos de secas e inundações.

Continuar lendo

Publicidade

A SEMA - Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura, instalou na ponte que separa Pedro Osório e Cerrito, exatamente sobre o Rio Piratini, uma Estação para monitoramento do rio e que funciona como um centro de prevenção, monitoramento e mapeamento de eventos hidrológicos, integrado à Agência Nacional de Águas. Sua missão é contribuir para a gestão integrada de bacias hidrográficas e identificação de ocorrência de eventos extremos, mediante acompanhamento e previsão das condições hidrometeorológicas, com o fim de minimizar os efeitos adversos de secas e inundações.

Conversamos com Sérgio Ferreira Geógrafo , que explicou que este é um projeto que vem desde de anos atrás, que foi continuado pelo atual Governo, e que nesta fase estão sendo instaladas em pontos estratégicos 160 estações, trabalho este que deve ser finalizado pela equipe contratada até junho deste ano. Depois todos os dados das novas estações somados as já existentes, ficam disponíveis na Sala de Situação do Estado do RS se somando as mais de 400 já existentes públicas e privadas que mandam dados para a Agencia Nacional de Águas e ela reenvia para a central no RS, estes dados também estão disponíveis para cada membro das Defesas Civis dos municípios.

Estação telemétrica que envia os dados via satélite e é totalmente autônoma, abastecido por um painel solar, ela faz a medição do nível e volume de água do Rio Piratini, além de ter um pluviômetro, este equipamento de primeiro mundo, vem substituir as antigas estações de medidas, que eram as réguas instaladas nas proximidades do leito do rio. O equipamento mede a cada 15 minutos, quatro pacotes de informações em uma hora e envia via satélite para a Sala de Situação.

O equipamento é para monitoração do Rio Piratini, pode até lembrar um controlador de velocidade "pardal", porem a função é realmente trazer informações mais rápidas e precisas aos moradores das duas cidades. A Brigada Militar continua verificando a manutenção e conservação do equipamento. As comunidades tem quer ajudar no cuidado deste importante equipamento.