Afronto ao tratado de Santo Ildefonso

Quando: 31/Dezembro/1776, 20:53

Por Rodrigo Netto
10/01/2011 19:47
Atualizado em 19/09/2017 14:42
Licença:
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional
Pelo mesmo tratado, o de Santo Ildefonso, entre outras condições, Portugal teve de devolver à Espanha a Colônia do Sacramento o que causou a vinda de muitas famílias açorianas de lá para cá. Grande parte delas instalou-se na parte sul da Capitania do Rio Grande, inclusive afrontando o recém firmado tratado, pois algumas fixaram-se na zona neutra, entre o Rio Piratini e o Jaguarão. 

Continuar lendo

Publicidade

Pelo mesmo tratado, o de Santo Ildefonso, entre outras condições, Portugal teve de devolver à Espanha a Colônia do Sacramento o que causou a vinda de muitas famílias açorianas de lá para cá. Grande parte delas instalou-se na parte sul da Capitania do Rio Grande, inclusive afrontando o recém firmado tratado, pois algumas fixaram-se na zona neutra, entre o Rio Piratini e o Jaguarão. 

Nesta época é que se formaram estâncias como a do Paraíso e a de Santa Cruz, marcos na história pedrosoriense. Entre os novos proprietários de terras nesse período estavam os principais chefes militares que haviam lutado contra os espanhóis. O irmão de Luiz Francisco Marques de Souza, Tenente-General Manuel Marques de Souza ganhou uma sesmaria próxima ao Cerro Pelado. Outro comtemplado foi o Capitão Simão Soares cujas terras recebidas ficavam junto à Vila Freire atual.